Cirurgia da Vesícula Biliar

O que é a Cirurgia da Vesícula Biliar

A cirurgia de remoção da vesícula biliar, também conhecida como colecistectomia, é um procedimento muito comum, utilizado quando a vesícula biliar, órgão responsável por armazenar a bile, um fluido produzido pelo fígado que ajuda a quebrar alimentos gordurosos, passa a não funcionar de forma efetiva. O procedimento cirúrgico pode ser feito de duas formas: convencional (cirurgia aberta) e laparoscópica (cirurgia por vídeo).

Indicações da Cirurgia da Vesícula Biliar

O procedimento é indicado na presença de pedras na vesícula e consiste na remoção do órgão contendo os cálculos. A cirurgia é necessária pois os cálculos podem causar inflamação na vesícula, ficar presos nos canais de bile causando icterícia (amarelamento nos olhos e na pele), ou inflamar o canal pancreático causando pancreatite.

Contraindicações da Cirurgia da Vesícula Biliar

Em relação a pacientes considerados de alto risco, hoje a cirurgia laparoscópica é a mais recomendada, oferecendo riscos mínimos, por apresentar menor reação metabólica, inflamatória e imunológica, quando comparada a uma cirurgia aberta.

Precauções da Cirurgia da Vesícula Biliar

Na cirurgia laparoscópica, o tempo de recuperação não costuma ser longo. A maioria das pessoas podem deixar o hospital no mesmo dia ou na manhã seguinte, e retornar às atividades normais dentro de 1 semana. Já na cirurgia aberta, o tempo de recuperação é maior, podendo ser necessário ficar no hospital por 3 a 5 dias e ter que aguardar de 6 a 8 semanas para retomar as atividades, porém atualmente a técnica aberta é muito pouco utilizada.

Agende uma Consulta

Nossos tratamentos são guiados por rigor clínico e expertise adquirida nas melhores universidades e hospitais do país.

Telefone de Contato

(11) 2892-0070

Envie um WhatsApp

(11) 98368-4446

Dúvidas Frequentes

É verdade que depois de operar a vesícula não poderei mais comer gordura?

Mito! Na verdade, após a cirurgia não há dificuldade maior do que já havia para a digestão de gorduras, inclusive após a operação não há mais risco de cólica biliar ao ingerir alimentos mais gordurosos.

Operar a vesícula causa diarreia?

Sim! 30 % das pessoas podem ter uma alteração do hábito intestinal que se torna mais “solto” após a cirurgia. Porém os sintomas melhoram em até 6 meses espontaneamente.

Se tiver uma crise a cirurgia deverá ser feita por via aberta (com corte)?

Não! Atualmente a via laparoscópica (vídeo) é sempre preferida mesmo em situações de urgência por ser menos invasiva e propiciar uma recuperação mais rápida.

Agende uma Consulta

Telefone de Contato

(11) 2892-0070

Envie um WhatsApp

(11) 95912-4752

Venha para a Clínica

Rua Bandeira Paulista, 600 - conjunto 24,
Itaim Bibi - São Paulo/SP

  • Este campo é para fins de validação e não deve ser alterado.